CLICA OU FICA CURIOSO!
Image and video hosting by TinyPic
2leep.com
CLICA E VISITA O MEU BLOG DE MÚSICA ♬

sábado, 12 de novembro de 2011

ETERNAMENTE PRESOS EM CORPOS DE CRIANÇAS

laxmi_azad_pequenos_01
Esta é a história de dois irmãos indianos  da cidade de Haryana que, à primeira vista, parecem pré-escolares, mas que na verdade são pré-universitários, a menina tem 18 e o garoto tem 20 anos. Azad Singh e sua irmã Laxmi pararam de crescer quando tinham cinco anos e, desde então, sua aparência não muda. Conheça um pouco mais sobre estes 2 irmãos:
Nenhum dos dois atingiu a puberdade por causa de uma doença congênita genética rara. Mas seus pais são pobres demais para pagar um tratamento hormonal de forma a permitir que seus filhos se desenvolvam normalmente.
Azad não tem mais de 90 centímetros e está se preparando para entrar na universidade, onde pretende estudar Engenharia. Laxmi, que tem pouco mais de 1 metro, terminou o ensino médio
recentemente.
laxmi_azad_pequenos_02
Ao lado de seu amigo da mesma idade Azad é um anão
Uma simples injeção de hormônio diária, com custo aproximado de 40 reais, durante um ano, poderia ter lhes permitido crescer em altura e se desenvolver sexualmente, mas os pais dos adolescentes são muito pobres e nunca conseguiram comprar os medicamentos. Como se fossem habitantes da Terra do Nunca, os dois podem ficar presos em corpos de crianças para o resto de suas vidas já que o tratamento na forma de injeções de hormônio deveria ser feito antes de que completassem 16 ou 17.
laxmi_azad_pequenos_03
A irmã de 12 anos Saman parece mais velha que seu irmão e irmã
Evidente que nenhum dos dois gosta de sua frágil e pequena aparência. Azad, que se prepara para o vestibular em abril próximo, diz:
- "Aqueles que não nos conhecem, acham que somos crianças que se perderam dos pais. Se Laxmi sair sozinha na rua, não demora e aparece um monte de gente a sua volta. Eu não posso ser amigo de caras da minha idade, eles têm vergonha da minha aparência. Apenas dois amigos de escola concordam em se comunicar comigo, apesar do meu tamanho".
laxmi_azad_pequenos_04
Azad gosta de jogar cricket com seus poucos amigos
- "Quando éramos pequenos, aliás, mais jovens", ri Laxmi. "Nossos pais foram forçados a procurar outra escola, por que as crianças adoravam nos bater", continua.
A abnegada mãe de Azad e Laxmi está sempre pronta a proteger seus filhos.
- "Eles não são diferentes das outras crianças, todo mundo devia ver isso, o único problema é que pararam de crescer quando tinham cinco anos. Se alguém tentar maltratar meus filhos vai ter que passar literalmente por cima de mim primeiro", diz a mãe.
laxmi_azad_pequenos_05
Apesar da cara de criança, já tem idade para ter uma carta de motorista
laxmi_azad_pequenos_06
Mas Azad se contenta em pedalar uma bicicleta de um amigo
Os pais enfrentaram um calvário procurando tratamento gratuito para os filhos em vários hospitais, na esperança de que pudessem ter um desenvolvimento normal. No entanto, cada tratamento pedia um valor mínimo que eles não tinham como dispor.
- "Em algum momento, nós decidimos vender nossa casa, mas os médicos nos alertaram que seu preço, 15.000 rúpias (pouco mais de 500 reais), mal daria para pagar dez dias de tratamento", lamenta a mãe.
Finalmente, no ano passado, o All India Institute of Medical Sciences em Nova Dehli ofereceu à família o que seria uma tábua de salvação, um tratamento gratuito, ainda que tardio, para os irmãos.
Mas quando Azad e Laxmi chegaram ao hospital, uma multidão de pacientes, visitantes e até mesmo transeuntes esperavam na portaria por sua chegada. Os dois, que são pequenos, mas não são crianças, e tem forte personalidade, decidiram ficar para sempre no corpo de crianças do que passar por essa provação de execração e excesso de exibição púbica, já que os médicos disseram que havia apenas uma pequena percentagem de que o tratamento desse algum resultado.
Agora, os pais estão contando com o fato de que após a formatura, Azad encontre um emprego e seja capaz de sustentar uma família. Mas Laxmi deverá passar o resto da vida sobre a asa dos pais já que dificilmente alguém queira se casar com ela.
laxmi_azad_pequenos_07

1 comentário:

  1. Bolas até custa a acreditar como existem casos de pessoas assim.

    ResponderEliminar

Deixe o seu comentário, Obrigada!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Confere mais algumas postagens
Image and video hosting by TinyPic
2leep.com